Provedora de Justiça aborda dever de cooperação no Serra-Vandúnem

Provedora de Justiça aborda dever de cooperação no Serra-Vandúnem

Provedora de Justiça aborda dever de cooperação no Serra-Vandúnem

A Provedora de Justiça, Florbela Rocha Araújo abordou o Dever de Cooperação dos Órgãos Públicos, com destaque para a Polícia Nacional de Angola, durante uma palestra que presidiu, hoje, quarta-feira, 24 de Abril no Instituto Superior de Ciências Policiais e Criminais “Osvaldo Serra Van-Dúnem”.

Durante as palavras de boas-vindas, o Director do ISCPC, Comissário Andrewyong Inaculo, manifestou o interesse no reforço do compromisso com o Provedor de Justiça em matérias de promoção e salvaguarda dos direitos, das liberdades e da cidadania.

Andrewyong Inaculo afirmou que os cadetes e formandos estão instruídos para prestação do serviço de segurança pública, como um direito fundamental para atender aos desafios e anseios das nossas comunidades.

Por sua vez a Provedora de Justiça reconheceu o alto grau de prontidão e sensibilidade do Ministério do Interior nas recomendações que recebe da Instituição Provedor de Justiça sobre queixas de cidadãos.

Florbela Rocha Araújo destacou a necessidade de haver maior acção pedagógica da Polícia Nacional ao tratar com o cidadão civil, e em casos de crimes, respeitar os outros direitos do prevaricador.

Florbela Rocha Araújo interagiu com os presentes, que manifestaram o interesse no alargamento do conhecimento sobre o Provedor de Justiça.

A visita da Provedora de Justiça ao Instituto Superior de Ciências Policiais e Criminais “Osvaldo Serra Van-Dúnem”, foi antecedida por um encontro de cortesia com o Comissário Andrewyong Inaculo, com quem procedeu à troca de brindes, tendo sido, no final, registada uma foto de família com todos os participantes, de modo a garantir a posteridade do acto.

Anterior Instituição Provedor de Justiça Celebra 19 anos de existência

Deixe o seu comentário

O Provedor de Justiça é uma Entidade Pública Independente do Estado…

Relações Internacionais

Links Úteis

© 2024 Provedor de Justiça de Angola - Todos os direitos reservados

wpChatIcon