Provedora de Justiça constata funcionamento dos Serviços Públicos no distrito do kilamba

Provedora de Justiça constata funcionamento dos Serviços Públicos no distrito do kilamba

Provedora de Justiça constata funcionamento dos Serviços Públicos no distrito do kilamba

Em visita de trabalho ao Distrito do Kilamba, a Provedora de Justiça, Florbela Araújo, constatou, hoje, as condições de funcionamento da Administração, Centros Infantis, Escolas e um Centro Médico de Referência.

Recebida pela, Administradora Municipal Adjunta, para o Sector Económico e Financeiro, Maria Antónia Francisco, em representação do Administrador Municipal de Belas, Arlindo Francisco Vieira dos Santos, com quem manteve um encontro de cortesia.

A necessidade de um Centro de Mediação de Conflitos, a designação de um ponto focal da Provedoria de Justiça no referido Distrito e a construção de um Tribunal foram entre outros, os assuntos abordados neste encontro.

Florbela Araújo, falou também das reclamações mais frequentes dos moradores do Distrito, que se prendem com a morosidade de aquisição de bilhetes de identidade e registos de nascimento, o crescente número de meninos na rua, constantes assaltos aos moradores, a necessidade de um maior policiamento e uma fiscalização mais actuante, sobretudo, na Zona do KK.

No mês dedicado às crianças, Florbela Araújo interagiu com os meninos dos Centros Infantis Sonho de Criança e As Estrelinhas.

Projectadas para albergar cerca de 300 crianças, os dois Centros Infantis contam apenas com a presença de 100 crianças, fruto das restrições do COVID-19.

A Provedora de Justiça manifestou satisfação pelas condições existentes, no local, onde testemunhou a educação que os bebés recebem desde a tenra idade.

No Centro de Referência da Cidade do Kilamba, inaugurado aos 23 de Setembro de 2014, Florbela Araújo, verificou as condições de atendimento aos utentes que acorrem àquela unidade hospitalar, tendo constatado a falta de alguns medicamentos.

O Centro dispõe dos serviços de medicina geral, pediatria, maternidade, ecografia, consulta de psicologia entre outros, chegando a receber cerca de 500 pacientes diariamente, com casos mais acentuados de malária e doenças respiratórias.

Na Escola  N. 2090, Vila-Flor, Florbela Araújo, deu a conhecer aos estudantes daquela Instituição do Ensino Primário e do I Ciclo, a figura do Provedor de Justiça como defensor dos direitos fundamentais, garantias e liberdades dos cidadãos.

Em declaração à imprensa, a Provedora de Justiça, garantiu levar as autoridades competentes as preocupações anotadas no âmbito da visita.

Tomaram parte desta jornada de trabalho, o Provedor de Justiça-Adjunto, Aguinaldo Cristóvão, Administradora Adjunta para a Área Técnica do Distrito do Kilamba, Felisbina Ferreira, Titulares de Cargos de Direcção e Chefia da Provedoria de Justiça e Altos Funcionários da Administração Distrital do Kilamba.

Anterior Provedoria de Justiça ausculta família com má formação congénita em OMUFITU UNENE

Deixe o seu comentário

O Provedor de Justiça é uma Entidade Pública Independente do Estado…

Relações Internacionais

Links Úteis

© 2024 Provedor de Justiça de Angola - Todos os direitos reservados

wpChatIcon