Idosos do centro de internamento do Cuanza-Sul expõem preocupações ao Provedor de Justiça-Adjunto

Idosos do centro de internamento do Cuanza-Sul expõem preocupações ao Provedor de Justiça-Adjunto

Idosos do centro de internamento do Cuanza-Sul expõem preocupações ao Provedor de Justiça-Adjunto

O Provedor de Justiça Adjunto, Aguinaldo Guedes Cristóvão, na província do Cuanza Sul, visitou hoje, 07 de Dezembro, o Lar de Assistência à pessoa idosa 28 de Agosto, onde auscultou as preocupações dos anciãos residentes.

À chegada, a delegação foi recebida pelo Director em exercício Eduardo Serafim, que informou que a instituição existe desde 1960 e alberga idosos em condições de vulnerabilidades.

O Lar, que tem a capacidade máxima de acolher 28 idosos, controla externamente 25 idosos e dispõe de um refeitório, lavandaria, um posto de saúde, cozinha e espaço para as artes e ofícios.

De acordo com o responsável do Lar, as dificuldades que  enfrentam prendem-se com a falta de meios de transporte e materiais para a prática da agricultura e equipamentos tais como uma electrobomba.

Durante a auscultação, o representante da comunidade das 15 casas Francisco Victor, lamentou a falta de energia elétrica e água potável, de que estão privados por falta de pagamento de taxas. Os anciãos manifestaram a sua disponibilidade para continuarem a trabalhar e pediram auxílio para cuidados especializados de saúde, inserção nos programas Kwenda e Dikota, bem como o contínuo apoio do Governo local.

O Provedor de Justiça-Adjunto, acompanhado pela Directora Provincial da Acção Social Marta Muhongo e o Director Jurídico Julião Frederico, mantiveram a margem da visita, um encontro de trabalho com membros do Conselho de Administração da Empresa Pública de Águas e Saneamento do Cuanza Sul (EPASKS). Os administradores Salvador dos Santos e Gomes Rosa, prestaram uma informação síntese da situação da EPASKS e, face a informação do corte de água na Comunidade de 15 casas, garantindo o envio de uma equipa ao local para verificação e cadastro, bem como o encaminhamento das preocupações ao Presidente do Conselho de Administração.

Durante o período da manhã, o Provedor de Justiça-Adjunto, Aguinaldo Guedes Cristóvão abordou em palestra “o papel e a função do Provedor de Justiça na Defesa dos Direitos, Liberdades e Garantias dos Cidadãos”, no auditório Armando Fandamo Ndembo.

As palavras de boas vindas foram proferidas pelo Director do Gabinete Jurídico, Julião Frederico.

Cerca de 80 participantes ouviram e conheceram o serviço mostrando assim os seus interesses. Entre as linhas da dissertação, ficou destacado que o Provedor de Justiça existe para mediar o órgão da Administração Pública e o cidadão.

 

Anterior Provedor de Justiça-Adjunto no Cuanza Sul aborda reforço da cooperação com os Serviços Públicos

Deixe o seu comentário

O Provedor de Justiça é uma Entidade Pública Independente do Estado…

Relações Internacionais

Links Úteis

© 2023 Provedor de Justiça de Angola - Todos os direitos reservados

wpChatIcon