Provedor de Justiça Adjunto constata condições de atendimento no sanatório de Menongue

Provedor de Justiça Adjunto constata condições de atendimento no sanatório de Menongue

A

A falta de medicamentos constitui a principal preocupação para os doentes de lepra em regime ambulatório no Hospital Sanatório de Menongue. Esta foi a constatação feita, nesta quarta-feira, pelo Provedor de Justiça Adjunto, Aguinaldo Guedes Cristóvão, na província do Cuando Cubango.

O Director do estabelecimento sanitário, Alberto Funvo, revelou que além da tuberculose, o hospital trata de casos de VIH SIDA e lepra.

O responsável realçou a falta de condições para o internamento para os pacientes afectados com a lepra e revelou que estes são vítimas de preconceito e discriminação no seio familiar.

O Director salientou que dias melhores poderão advir com a construção do novo Hospital Sanatório de Menongue que irá atender a demanda de utentes que acorrem a esse serviço público, que conta com apenas 20 camas para internamento.

Em declarações à imprensa, o Provedor de Justiça Adjunto, Aguinaldo Cristóvão, referiu que a situação dos doentes de lepra tem sido uma das preocupações da Provedora de Justiça, Florbela Rocha Araújo, pelo que as preocupações apresentadas pela Direcção do Hospital serão levadas às entidades competentes, visto que a vida é o bem mais preciso que existe e deve ser preservada.

Constou ainda da agenda desta quarta-feira, uma visita guiada ao Monumento Histórico da Cadeia de Missombo.

PROVEDOR DE JUSTIÇA,

17 anos na Defesa dos Direitos, Liberdades e Garantias dos Cidadãos.

DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL E IMPRENSA, em Luanda, aos 16 de Junho de 2022.

Anterior Provedora de Justiça inaugura o quarto serviço provincial no seu mandato em menos de um ano

Deixe o seu comentário

O Provedor de Justiça é uma Entidade Pública Independente do Estado…

Acesso Rápido

Relações Internacionais

© 2022 Provedor de Justiça de Angola - Todos os direitos reservados

wpChatIcon