Provedora de Justiça Florbela Araújo defende português como língua de trabalho do ioi

Provedora de Justiça Florbela Araújo defende português como língua de trabalho do ioi

Provedora de Justiça Florbela Araújo defende português como língua de trabalho do ioi

N

A Provedora de Justiça de Angola e Directora do IOI África, Florbela Rocha Araújo, reiterou a inclusão do Português como língua de trabalho do Instituto Internacional dos Provedores de Justiça, IOI.

A reafirmação foi feita, nesta terça-feira, 10, durante a reunião dos Directores do Instituto Internacional dos Provedores de Justiça (IOI), Região África, que decorreu no Fórum Cultural Austríaco, em Nova Iorque, sob orientação da Presidente Regional e Provedora de Justiça do Quénia, Florence Kajuju, onde foram analisados os desafios mais prementes desta zona e a Acta da última reunião, realizada em Abril deste ano.

Na sua intervenção, a “Ombudsman” de Angola realçou a necessidade de maior domínio da Constituição da União Africana, para e melhor conhecimento da Identidade Africana. Florbela Rocha Araújo defendeu a mediação como um dos princípios fundamentais do Provedor de Justiça.

O encontro serviu também para identificar as questões a serem revistas no Memorando de Entendimento entre a Associação dos Provedores de Justiça e Mediadores de África (AOMA) e o Instituto dos Provedores de Justiça (IOI).

Factores como a falta de um Secretariado do IOI África e o pagamento atempado das quotas continuam a ser os maiores desafios da Região.

De acordo com a Presidente Regional, Florence Kajuju, é preocupação do IOI África contribuir com formações contínuas, a fim de capacitar cada vez mais os “Ombudsman” africanos.

A reunião contou a participação das 4 Directoras da Região África, nomeadamente do Quênia, Florence Kajuju, de Angola, Florbela Rocha Araújo, da Zâmbia, Caroline Sokoni e da
África do Sul, Busisiwe Mkhwebane.

Vale ressaltar que o Acto Central da Reunião Anual do IOI acontece, hoje, quarta-feira, dia 11, em sede do Conselho de Administração.

PROVEDOR DE JUSTIÇA,
17 anos na Defesa dos Direitos, Liberdades e Garantias dos Cidadãos.

DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL E IMPRENSA, da Provedoria de Justiça de Angola, em Nova Iorque, 11 de Maio de 2022. 

Anterior Provedora de Justiça de Angola destaca primeira participação presencial hoje na reunião do ioi em Nova Iorque

O Provedor de Justiça é uma Entidade Pública Independente do Estado…

935 177 023

Relações Internacionais

Links Úteis

© 2023 Provedor de Justiça de Angola - Todos os direitos reservados

wpChatIcon