Provedora de Justiça recebe em audiência Presidente da Associação Movimento Nacional de Apoio aos Reclusos

Provedora de Justiça recebe em audiência Presidente da Associação Movimento Nacional de Apoio aos Reclusos

Provedora de Justiça recebe em audiência Presidente da Associação Movimento Nacional de Apoio aos Reclusos

O Presidente da Associação Movimento Nacional de Apoio aos Reclusos, José Marcos, acompanhado pelo Secretário Nacional para a Reforma Prisional, foi recebido hoje, 07 de Maio, pela Provedora de Justiça, Florbela Rocha Araújo.

Durante a audiência, o Presidente da referida Associação esclareceu que o objectivo da audiência foi de apresentar uma panorâmica sintética da Associação, bem como a vontade de criar parcerias de cooperação com o Provedor de Justiça.

Tendo conhecimento que os Serviços do Provedor de Justiça ainda não se encontram criados em todas as províncias do país, o representante da Associação mostrou-se disponível para cooperar com o Provedor de Justiça, de modo a tornar conhecido os Serviços do Provedor de Justiça e aproximar os reclusos ou ex-reclusos do Provedor de Justiça, visto que a Associação é ligada à defesa dos direitos, liberdades e garantias dos reclusos e ex-reclusos.

Florbela Araújo afirmou que nos últimos 2 anos foram abertos 5 novos Serviços Provinciais em Angola, mas, relativamente aos constrangimentos existentes na implementação dos serviços do Provedor de Justiça nas demais províncias, frisou que não há falta de vontade, mas, em relação à situação económica que se vive no mundo e no país, é muito difícil a implementação total destes serviços.

Por sua vez, sobre a disponibilidade de cooperação, a Provedora de Justiça afirmou que está aberta para cooperar com a Associação nos pontos comuns, de modo a salvaguardar os direitos, liberdades e garantias dos reclusos e ex-reclusos, bem como a reinserção destes na sociedade, uma vez cumpridas as suas penas.

A audiência terminou com a oferta de brindes pela Provedora de Justiça aos representantes da Associação, e reiterou-se a necessidade de um próximo encontro entre as partes para dar sequência a um acordo de cooperação.

Anterior Provedor de Justiça-Adjunto constata funcionamento dos Serviços Públicos no Lubango

Deixe o seu comentário

O Provedor de Justiça é uma Entidade Pública Independente do Estado…

Relações Internacionais

Links Úteis

© 2024 Provedor de Justiça de Angola - Todos os direitos reservados

wpChatIcon